MenuX

Núcleo Espirita "O Semeador"

O que é o Espiritismo

Allan Kardec foi o codificador da Doutrina Espírita, a partir da edição de O Livro dos Espíritos, em 18.04.1857. Ele definiu o Espiritismo como "uma ciência que trata da natureza, da origem e do destino dos Espíritos, e de suas relações com o mundo corporal", acrescentando que ele é, ao mesmo tempo, "uma ciência de observação e uma doutrina filosófica". Como ciência prática, consiste nas relações que se podem estabelecer com os Espíritos; como filosofia, compreende todas as conseqüências morais que decorrem dessas relações".

 


SEUS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS SÃO:
  • Deus é o criador de tudo o que existe. É a inteligência suprema e causa primária de todas as coisas.
  • Além do mundo dos homens existe o Mundo dos Espíritos, onde sobrevivem as almas daqueles que se foram. Os Espíritos existem em diferentes graus evolutivos.
  • Todos os espíritos foram criados simples e ignorantes, em igualdade absoluta de condições, e evoluem sem cessar, isto é, infinitamente.
  • Os Espíritos, no seu mundo, possuem um corpo de ação, denominado na Doutrina Espírita de perispírito ou corpo espiritual.
  • Todos os mundos do Universo têm uma finalidade útil, donde o principío da pluralidade dos mundos habitados, em níveis de menor ou maior condição de progresso. 
  • Uma única existência não é suficiente para que o princípio inteligente, a alma, tenha tempo de aprender tudo a respeito das leis naturais, por isto, o Espiritismo tem como lei a reencarnação. 
  • Pela lei da Causa e Efeito, todo espírito, por ter livre-arbítrio para agir, é responsável por seus atos. 
  • As relações dos Espíritos com os homens são constantes e sempre existiram em todas as épocas. 
  • O Espírito não retrograda em sua caminhada evolutiva. Podem renascer em condições sociais inferiores, mas nunca perde o que aprendeu em vidas anteriores. 
  • O esquecimento das vidas passadas, na vida presente, é uma necessidade justificada para que a alma evolua no cumprimento de suas provas reencarnatórias.

Acesse

#Compartilhe